Partes-de-um-relogio

GLOSSÁRIO DA MODA

Por

Ricardo Terrazo Jr.

12 de agosto de 2018 

A terminologia – se é que podemos chamar assim – aplicada às partes do relógios de pulso traz alguns termos muito específicos, os mais simples, a maioria de nós sabe, mas quando surgem frases envolvendo as palavras bisel, calibre, complicações e coroa, muita gente fica perdida, é por isso que este glossário é importante para você, que é admirador dos relógios de pulso e não quer ficar boiando na conversa!

Partes do Relógio de Pulso – Glossário da Moda Masculina

Aqui listamos as partes mais visíveis, até porque os itens que fazem parte do mecanismo são um universo a parte e merecem um post a parte.

1 – Partes do Relógio de Pulso: Caixa

É onde está guardado o mecanismo do relógio. Pode ser feita de diversos materiais como aço, ouro, prata, madeira, plástico, alumínio, carbono, etc, mas os três primeiros são os mais comuns..

2 – Partes do Relógio de Pulso: Calibre ou movimento

Calma, você não está comprando uma arma, nem um meio de transporte, o calibre, ou movimento, é o mecanismo interno do relógio responsável por todo o funcionamento do mesmo. Ele é composto por dezenas, as vezes centenas ou até milhares de peças, dependendo de sua complexidade

3 – Partes do Relógio de Pulso: Cristal

 Você até pode chamar de vidro, mas a camada transparente que protegem o mostrador e os ponteiros se chama cristal e pode ser feita de diversos materiais, uns mais resistentes (como o cristal de safira, mais caro) outros nem tanto (como o acrílico, bem barato).…….

4 – Partes do Relógio de Pulso: Coroa

É o botão lateral que serve para ajuste das horas e dar corda nos relógios mecânicos, mas que pode acumula função a função de acertar a data. Nos relógios mais antigos tem o um formato muito parecido com o de uma coroa e atualmente ainda existem alguns que repetem esse design, mas se tornaram exceções.

5 – Partes do Relógio de Pulso: Pulseira

O nome parece óbvio, mas há quem chame de correia. Ela prende o relógio ao braço e pode ser feita de couro, borracha, silicone, plástico, ouro, prata, tecido ou aço, entre outros materiais. O fechamento geralmente é ser feito por um fecho dobrável ou por uma fivela muito similar aquela que vemos nos cintos de couro.

6 – Partes do Relógio de Pulso: Mostrador

 

Também conhecido como dial (não confunda com o do rádio), o mostrador é a parte mais importante, pelo menos em termos visuais, do relógio. Nela se encontram todas as informações importantes como horas, datas, fases da lua, cronógrafo.

7 – Partes do Relógio de Pulso: Bisel

É o anel que forma uma moldura em volta do cristal e, consequentemente, do mostrador. Também chamado de catraca por alguns, ele pode servir como auxiliar na marcação do fuso-horário, na medição de um intervalo de tempo ou velocidade (taquímetro), sobretudo em relógios esportivos.

8 – Partes do Relógio de Pulso: Ponteiros

São responsáveis pela marcação das horas, minutos e segundos, entro outros dados fornecidos pelo relógio. Existem modelos moderninhos que estão quebrando esse formato tradicional e não possuem ponteiros, mesmo sendo analógicos.

9 – Partes do Relógio de Pulso: Subdials

São os mostradores menores que se localizam dentro do mostrador principal, geralmente nas posições da 3, 6 e 9 horas, muito usados para cronômetros, dias da semana, fases da lua etc.

10 – Partes do Relógio de Pulso: Botões

Na lateral, sempre próximos a coroa, eles podem servir para acionar e zerar o cronômetro ou alterar alguma função do relógio. Nos modelos que misturam analógico com digital eles são responsáveis pela exibição e alteração das informações no display de cristal líquido e até acionamento de luzes.

11 – Partes do Relógio de Pulso: Complicações

Não chegam a ser partes do relógio, mas sim qualquer função que não seja somente a marcação das horas. Cronógrafo, fases da lua (foto), profundímetros e o sistema do turbilhão são considerados complicações. Quanto mais complicações, mais sofisticado é o mecanismo (calibre) e mais caro o relógio.

Nota do autor:

O universo da relojoaria é muito extenso, esses são apenas os termos mais corriqueiros, mas em breve falaremos sobre complicações e partes fundamentais do calibre. Entender esses elementos não só te deixa mais fascinado por desses acessórios, mas também faz com que você entenda melhor seu valor e quais são os melhores investimentos.